Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Recanto d' Alandra

O lado mais esotérico do Bem-Estar!

Recanto d' Alandra

O lado mais esotérico do Bem-Estar!

FELIZ 2014!!!!!!!

29
Dez13

 

 

Olá estimados leitores! É verdade, aproxima-se mais um fim de ano. É uma altura em que se renovam votos, alguns são os mesmos do ano anterior e outros são novos, conforme os desejos que se tenham atingido no ano velho e os que se queiram alcançar no ano novo.

Confesso, que não é datas especiais que mais gosto, ao contrário do Natal que gosto imenso, pela magia e simbolismo que acarreta. Fins de ano não, e porquê? Porque me assusta um pouco entrar numa larga fracção de tempo, que não sei o que me reserva a mim ou aos meus. Saio de um "pedaço de tempo" em que "já sei mais ou menos com o que conto", para um outro pedaço de tempo estranhamente desconhecido, mesmo sabendo que esse pedaço de tempo a que a Humanidade chama de "Ano Novo", perante o infinto é apenas uma secção de tempo igual a tantas outras, na realidade até mesmo muito insignificante. Mesmo sabendo que o começo e o ano em si varia consoante as culturas e religiões. Ou mesmo sabendo até que as contagens de tempo ao longo da História possam ter sido feitas de forma incorrecta, e que podemos ou poderíamos estar, quem sabe, em 2020 ou noutro ano qualquer?

Mas mesmo tendo consciência de tudo isto, e perdoem-me caros leitores a futilidade deste meu desabafo, continua a assustar-me um pouco. E não, não é por ficar um ano mais velha, no ano que entra, considero até que essa "passagem de ano" individual que é o nosso aniversário, deve ser comemorada com muita alegria, pois mais um ano é sinal de sabedoria e de vida! Não, não tem nada a ver com isso. É como se visse partir alguém conhecido que deduzo mais ou menos o que esperar da sua personalidade, e ver chegar um estranho que terei de analisar, conhecer e tentar ver que tipo de afinidade tenho com esse estranho. É uma metáfora bizarra para muitos eu sei, mas é uma espécie de tradução daquilo que sinto nas passagens de ano. Escusado será dizer que esta minha nostalgia se agrava quando o "Ano Velho" foi um ano marcado por momentos memoráveis, ou foi um ano que, apesar de todas as dificuldades e desafios que um ano tem (naturalmente que doze meses não são feitos só de coisas boas!), foi um ano de provas superadas.

Mas no final de contas, um ano novo é como uma folha em branco, e apesar da importância do factor a que chamamos Sorte, também cabe a nós com o nosso livre arbítrio, escrever nessa página em branco que começa a 1 de Janeiro e termina a 31 de Dezembro, fazendo dela uma página o mais fantástica possível.

Talvez seja por isso que também se chame à Passagem de Ano, Réveillon, que vem do verbo francês "réveiller" e que significa despertar.

 

Por isso, queridos leitores, que tenham um Bom Réveillon, e que 2014 seja um despertar de muitas coisas maravilhosas na vossa vida!

 São os votos da vossa Alandra.

 

Foto: Free Digital Photos/ Autor da Foto: Satit_srihin

Um dos melhores anúncios ao Chanel Nº 5 dos últimos anos

20
Dez13

Todos anos, por esta altura festiva, a Chanel surpreende-nos com um anúncio ao seu icónico perfume Chanel nº 5. Neste Natal de 2013, a marca vai ainda mais longe, e no seu anúncio deste ano mostra-nos... a origem do ícone!

Espero que gostem.

 

 

 

 

(Uma vez que neste vídeo o anúncio não se encontra legendado, o mesmo mostra um excerto áudio da célebre entrevista de Marilyn Monroe, em que a diva afirma que, para dormir, usava apenas umas gotas de Chanel nº 5)

1# Sabia que?- A função do cabelo para além da estética

20
Dez13

A função primária do cabelo é proteger o crânio contra traumatismos e radiações solares, actuando também como isolante térmico, através da retenção do suor (mecanismo regulador da temperatura do corpo), diminuindo a perda acelerada de calor para o meio ambiente. No entanto, desde a Antiguidade, que o cabelo está associado à estética e a valores sociais, ficando “um pouco esquecido” o seu papel primário, apesar disto, o cabelo também é considerado nos dias de hoje como sendo um indicador de certas doenças, mediante o seu estado.

 

A influência da Astrologia na nossa aparência

13
Dez13

Sejamos mais ou menos crentes na Astrologia, sabemos que esta influencia de certo modo, a nossa personalidade. E a beleza? Pode um signo influenciar o modo como gostamos de nos vestir, os cosméticos que usamos, ou o nosso perfume favorito?

 

Não será surpreendente para muitos que sim, mas convém aqui esclarecer alguns pontos.

Para essencialmente analisarmos o nosso aspecto físico, forma como gostamos de nos apresentar, ou de nos cuidar, não podemos apenas regularmo-nos pelo nosso signo, ou signo solar, não descurando obviamente a sua importância. Mas também devemos ter em conta o nosso signo ascendente, pois ele influencia directamente a forma como nos apresentamos aos outros, ou a primeira imagem que lhes transmitimos, a nossa primeira impressão.

Se analisamos uma mulher devemos ter atenção ao signo que se encontra na Lua no seu mapa astral, pois dá-nos informações sobre a forma como uma mulher vive e encarna a sua feminilidade; e também ao signo que se encontra em Vénus, pois este intervém, apesar de subtilmente, na forma como as mulheres se arranjam, se cuidam e nos seus gostos estéticos. É a energia feminina. Ao analisarmos um homem, aplicamos este princípio a Marte, energia masculina.

Mas atenção, isto é referente apenas ao tema da beleza, e não se baseia numa referência geral de interpretação de um mapa astral sobre outros temas gerais, pois estes três astros influenciam ambos os sexos, porém de forma diferente e adaptável ao tema que se analisa.

Tendo também um papel importante contudo não tão predominante neste contexto da beleza, o signo que se encontra em Júpiter também é importante pois intervém sobre as relações sociais e vai mostrar de que forma somos influenciados pela sociedade na forma como nos arranjamos e nos cuidamos, o tipo de visual que cremos ser importante para os outros, ou para o círculo social onde nos inserimos, e a importância que a imagem que transmitimos aos outros, assume na nossa vida ou não.

Existem depois muitos outros aspectos “mais técnicos “num mapa astral que também influenciam este tema, como a forma como os planetas se distribuem nas casas e em que casas estão, etc., pois a Astrologia tal como a vida, é bastante abrangente.

 No entanto e falando apenas numa noção muito simples, analisando o nosso signo solar, signo ascendente, signos posicionados na Lua e em Vénus ou em Marte (os dois primeiros para as mulheres e o segundo para os homens), e não de tão primordial importância, observando com alguma atenção o signo que se encontra em Júpiter, uma pessoa com conhecimentos básicos de Astrologia, ao observar o seu próprio mapa astral (elaborado de preferência por um bom astrólogo), poderá ficar com uma ideia daquilo que influencia a forma como cuida de si e da sua imagem.

Podemos saber por exemplo, se nos importamos ou não com o que os outros pensam da forma como nos arranjamos e se construímos o nosso visual em função disso, como somos a nível de disciplina com o exercício físico, se temos tendência para cometer excessos na alimentação, que tipo de maquilhagem nos atrai mais, ou que mais nos favorece, o tipo de perfumes, a cor dos vernizes, os cortes de cabelo, etc., e através destes dados que nos são fornecidos pelo mapa astral, podemos trabalhar a nossa natureza a favor da nossa imagem, beleza e bem-estar.

Por último, nunca é demais salientar que a Astrologia, assim como outras ciências ocultas, não determina aquilo que somos, por isso se diz que tem influência, ou seja, mostra caminhos que podemos ou não seguir, atitudes que temos tendência para tomar, pontos fracos que temos tendência para ter, se não estivermos atentos e não cuidarmos dessas potenciais fragilidades e os nossos pontos fortes que devemos valorizar. A nossa vontade, o nosso livre-arbítrio, é sim primordial e a Astrologia é apenas uma ferramenta para potenciarmos melhor o uso do mesmo, dando nos as directrizes que são mais aconselháveis tomar no nosso caso, para favorecermos variados aspectos da nossa vida. E a nossa imagem é mais um deles.

Este tema continuará a ser tratado aqui no Recanto, e brevemente poderão ver mais posts sobre o assunto, sobre cada signo e sobre a forma como cada um cuida de si, da sua beleza e do seu bem estar. Informo ainda os estimados leitores de que poderão marcar consultas de Tarot e Radiestesia comigo, no meu consultório, ou à distância, através do Skype, mais informações através do e-mail: alandrabeauty@gmail.com .

Até ao próximo post!

 

Foto: Free Digital Photos; Autor da Foto: Sattva

Conceito de Beleza

07
Dez13

Beleza - Característica, particularidade, carácter ou atributo do que é belo. Qualidade do que é belo, do que é agradável aos sentidos. Conceito estético que se atribui a harmonia de proporções, perfeição de formas. Aquilo que é belo, ou que desperta admiração por sua qualidade, por agradar.

 

De uma forma geral é este o significado que encontramos no dicionário, ao investigarmos a palavra beleza.

O que é beleza? O que podemos definir como belo? Bom, sabemos que ao longo dos tempos este conceito foi variando, de tal modo, que características que anteriormente seriam consideradas como atractivos, hoje são consideradas como antagónicas a um ideal de beleza admirável e desejável. Como exemplo, há muitos séculos atrás estar-se muito acima do peso era considerado atraente, enquanto hoje em dia é preferível um corpo esguio, também a palidez era considerada um atributo, ao passo que actualmente é preferível uma pele bronzeada, e mesmo no entanto já há quem se refira ao bronzeado do tipo dourado como mais atraente, em oposição a um bronzeado castanho muito carregado, ao contrário do que acontecia até há poucas décadas atrás. E mesmo hoje em dia, apesar de haver sempre um padrão de beleza generalizado, também o conceito da mesma varia de acordo com o local e a cultura.

No entanto, sejamos mais ou menos influenciados pelos padrões de beleza em voga, todos temos “uma noção interior” daquilo que é bonito e daquilo que não é assim tão bonito. Há certas características que dependendo do nosso ponto de vista, da influência ou não, do meio cultural em que estamos, e não menos importante, do nosso próprio gosto pessoal, nos fazem ter fascínio e admiração por um conjunto de características, e repulsa por outras. Temos noção daquilo que no nosso campo visual nos transmite harmonia.

Resumindo, independentemente dos padrões de beleza, ou do conceito próprio de cada um, a beleza pode ser definida como o conjunto de características, que no seu todo nos atraem, exercem sobre nós fascínio, admiração, e por vezes até atracção.

Acredito, que em relação a nós próprios, mesmo sendo por vezes demasiado autocríticos, todos podemos potenciar ou melhorar algumas características, de modo a que possamos sentir-nos belos, pois todos temos defeitos e todos temos qualidades. Na maioria das vezes é uma questão de realçarmos o que temos de melhor em nós, e cuidarmos um pouco mais dos nossos pontos fracos. Acredito também que a beleza deve estar sempre aliada à saúde, e não em oposição a esta.

E por último, como dizia Coco Chanel: “Qualquer coisa é bela se vista de uma forma diferente”.

 

Foto: Free Digital Photos; Autor da Foto: Stuart Milles

Bem-vindos a este blog!

07
Dez13

Caros leitores, bem-vindos a este novo espaço na blogosfera. Neste meu Recanto tentarei abordar a beleza e diferentes formas de chegar a ela, tentando mostrar a todos aqueles que por aqui passam, que a beleza também faz parte de si mesmos.

São algumas sugestões e dicas, baseadas na minha própria experiência e em alguns conhecimentos que tenho e que testei na prática, com o intuito de ajudar quem por aqui passa a sentir-se melhor com a sua auto-estima.

No entanto, informo também que alguns casos aqui tratados, e dependendo da natureza mais ou menos delicada dos mesmos, são apenas a título informativo, e que os conselhos e sugestões dadas, não dispensam de forma alguma o acompanhamento e aconselhamento profissionais!

Espero que se sintam bem neste meu Recanto, e que os temas e informações que nele encontrem vos sejam úteis e que vos ajudem a exteriorizar a vossa beleza interior!    

 

Termino este post de boas-vindas com uma célebre frase de Estée Lauder:  “A beleza é uma questão de atitude. Não há mulheres feias, apenas há mulheres (e também se pode aplicar aos homens!) que não se cuidam, ou que não acreditam que são atrentes…”