Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Recanto d' Alandra

O lado mais esotérico do Bem-Estar!

Recanto d' Alandra

O lado mais esotérico do Bem-Estar!

Tarólogos, Cartomantes e Afins: saber distinguir os cordeiros dos lobos!

31
Mar17

lobo com pele de cordeiro_1.png

 

Olá estimados leitores!

Apesar de, nesta minha área do Esoterismo, notar mais abertura quer por parte da sociedade, quer por parte dos que trabalham neste ramo, reparo ainda, apesar de tudo, um certo receio de ambas as partes. 

As pessoas que trabalham no Esoterismo têm receio de falar sobre o seu trabalho (até eu própria confesso, já senti isso!), as pessoas que querem ser consultadas por estes têm receio de admitir que recorrem a esta forma de serviço.

No caso de quem trabalha no Esoterismo, como eu , o receio prende-se (falo por mim), pela possível discriminação por parte das pessoas de fora, que acham que quem trabalha com Tarot, cartas de jogo ou outra forma de oráculo e que faz disso uma forma de sustento, é um charlatão, uma pessoa que se aproveita das dúvidas e incertezas dos outros para ganhar dinheiro à custa disso. O que não é de todo verdade!

Um tarólogo que se faz pagar pelos seus serviços aproveita-se dos outros?

Nada disso! Não é missão do verdadeiro tarólogo "vender ilusões" e dar falsas esperanças, transformando-se num "santo milagreiro" que resolve todos os problemas dos que a ele recorrem... e lhe pagam bem!

A missão do tarólogo é a de ajudar a decifrar os desafios e questões que a vida nos põe à frente, bem como as lições a serem aprendidas nesses desafios, que, muitas vezes, não conseguimos compreender sozinhos, seja por que o sofrimento emocional (e às vezes físico) do problema em si tolda o nosso discernimento, ou porque na correria do dia-a-dia, o nosso casaço mental é tão intenso, que a faculdade natural de olharmos para dentro de nós e dos nossos problemas se torna como que "desaprendida", complicando as coisas.

O tarólogo, porque está de fora e porque faz parte do seu trabalho ter as suas capacidades extra sensoriais treinadas, ajuda o seu consultante na análise desses problemas e, na descoberta do caminho para a sua solução. Pode também propôr maneiras de "amenizar as dores" emocionais provocadas por esses problemas até à sua definitiva solução.

Vou dar dois exemplos fictícios mas que podiam muito bem ser reais:

Caso A-

Uma senhora enfrenta um caso difícil de separação. Vivia em união de facto, mas o seu relacionamento amoroso já tinha perdido fulgor há muito tempo. No entanto, há cerca de duas semanas o antigo companheiro saiu de casa, cortou relações com ela e assume uma relação que tinha começado há quase ano e meio.

Desesperada, recorre a um tarólogo de quem já tinha ouvido falar. Ao chegar à consulta, a senhora desabafa com o tarólogo sobre a sua situação. O tarólogo abre o baralho, lança as cartas e confirma à senhora que o seu ex-companheiro está realmente com uma nova mulher. Diz-lhe também, no entanto, que é possível ajudá-la a que ele volte para ela através de um ritual que ele pode fazer para separar o casal.

Para além do pagamento da consulta, a cliente terá de pagar ainda o custo do ritual, mas com a promessa garantida de que ele voltará para si rapidamente, daí o ritual ter um preço "um pouco puxado", ao que a senhora aceita.

´Passam 15 dias e a situação desta senhora mantém-se na mesma, ela têm então duas opções: liga para o consultório onde lhe é indicado que é ncessário mais um ritual, desta vez, para reforçar a relação entre ela e o seu ex-companheiro, para que ele volte para ela, ou resigna-se, sabendo que gastou dinheiro numa consulta em vão e mais dinheiro ainda num ritual que, nem sabe sequer se chegou a ser realizado e que não passou duma falsa esperança.

 

Caso B-

Este caso não envolve separação, trata-se de uma senhora casada com uma vida relativamente estável, mas que ao longo do seu casamento  tem sido vítima de sucessivas traições por parte do seu marido.

Farta da angústia que sente por causa da situação esta senhora decide procurar um tarólogo. Faz uma pesquisa na Internet, até que encontra um anúncio com o qual se identifica e liga para marcar consulta.

Na consulta, a senhora explica a situação e desabafa sobre o que sente enquanto o tarólogo vai baralhando as cartas e começa a dispô-las num lance. O tarólogo explica então à sua consultante que as traições do marido se confirmam e que, embora não tendo significado para ele e não passem apenas de devaneios físicos, o marido não vai mudar tão rapidamente, apenas por força da idade ficará mais ajuízado. Alerta, contudo, que isto não tem nada a ver com a senhora, nem ela tem culpa e que por muito que ela se esforce para o agradar, não será por isso que a natureza leviana do marido mudará.

O tarólogo conversa calmamente com a consultante e mostra-lhe que compreende que a situação da senhora não é fácil, pedindo-lhe que reflicta com calma no que foi revelado na consulta e que, não tome decisões de ânimo leve, uma vez que a situação é delicada. Aconselha-a a escrever num papel, os prós e os contras de cada decisão e que vá lendo várias vezes a lista que fez num local sossegado e que medite sobre ela.

A senhora pagou o valor da consulta que durou cerca de uma hora, tal como estava marcado e, apesar de não estar feliz saiu do consultório mais calma depois da conversa com o tarólogo.

Passado um mês, a senhora volta a marcar consulta com o mesmo tarólogo.

Depois da consulta anterior, seguindo o conselho do tarólogo sobre fazer a lista com os prós e contras de cada decisão e reflectir várias vezes sobre ela, a senhora não teve coragem para se divorciar mas decidiu-se separar do marido. Queria ver por si própria como lida com a ausência dele e está a tentar focar-se noutras coisas, fazendo inclusive coisas que já não fazia há muito tempo. Vai sentindo angústia e saudade do marido, mas quer tentar aprender a lidar com isso e ver como vai reagindo antes de decidir se se divorcia ou não.

Como uma ajuda para a ajudar a tomar uma decisão marcou esta consulta, para ter uma melhor orientação sobre esta fase da sua vida.

 

Viram a diferença? No segundo caso, não existem falsas promessas, não existem milagres e as coisas não melhoram do dia para a noite é certo, mas são feitas de forma realista e ponderada e claro, não prometendo a felicidade instantanea, ajudam no caminho para uma vida mais feliz.

É essa a missão do tarólogo: não podendo oferecer a felicidade em si, é ajudar a encontrar dentro cada um o mapa para chegar a ela!

 

 Vou abordar mais vezes este assunto aqui no blog, porque penso que ainda há muito a ser desmistificado em relação a este assunto. Porque o Esoterismo é uma coisa muito séria, mas não tem de ser nenhum tabu!

          

Onicomicose: 7 dicas para evitá-la! (2a parte)

30
Mar17

Olá estimados leitores! No último post falei-vos sobre micoses de unha, ou onicomicoses, o que as provocam, quais os seus sintomas e os tipos que existem.
Hoje vou falar-vos sobre como podem prevenir este incómodo!

Atenção ao local onde fazem a vossa pedicura/manicura.

Como já referi no último post, a onicomicose, pode apanhar-se através de tesouras, limas, alicates e outros utensílios de manicure e pedicure, toalhas ou meias mal higienizados e contaminados. Daí que quando forem fazer a vossa manicure ou pedicure o façam num lugar de confiança, com as devidas condições de higiene. Se tiverem dúvidas, tragam o vosso material de casa.

Manter os pés limpos, secos e arejados.

Manter os pés bem lavados, secar bem e deixá-los respirar é sempre uma boa dica.
Atenção, não quero dizer com isto que se já apanharam uma onicomicose foi por falta de higiene! Pode a acontecer a qualquer um de nós! Mas os fungos têm muito mais facilidade em desenvolverem-se num ambiente quente, húmido e escuro, do que num ambiente arejado e seco.
Após a lavagem dos pés é muito importante secar bem os mesmos sem esquecer entre os dedos. Ponham o vosso calçado a arejar, especialmente se for fechado e troquem de meias diariamente. Podem também pulverizar no vosso calçado, nas meias e nos pés pó de talco ou outro pó específico para a higiene dos pés (já vos vou dar duas dicas!).
E mesmo no tempo frio, ao chegarem a casa, permitam aos vossos pés respirarem um pouco antes de calçarem meias de dormir ou botas de lã.

Lavar meias e botas de lã e toalhas a altas temperaturas.

Na máquina de lavar escolham temperaturas altas para lavar as vossas meias, botas de lã e toalhas que estejam em contacto com os vossos pés, para garantir que os possíveis microrganismos causadores das micoses de unhas não sobrevivam.

Não retirar as cutículas.

As cutítculas, situadas na base da unha, são na verdade, a sua protecção natural, logo, por muito tentador que seja, não devem ser retiradas, caso contrário a vida dos fungos e bactérias será bem mais facilitada! Em vez de as retirar, empurrem delicadamente as pelinhas que possam estar soltas para trás e hidratem-nas bem!

Evitar andar descalço em locais públicos.

Também referido no último post, uma das formas mais frequentes de transmissão da onicomicose são os balneários de piscinas, saunas, ginásios e duches públicos. Por isso nestes locais é muito importante evitar andar descalço, usando calçado apropriado.

Vejam se alguém na vossa casa tem onicomicose.

Como a onicomicose é facilmente transmissível, se alguém na vossa casa tiver onicomicose sabem o que isso significa, certo?  Exactamente, risco acrescido de apanhá-la!
O que fazer então? Seguir os passos anteriores, em especial o terceiro e o quinto que, embora se refira a locais públicos, neste caso também é válido em casa. Deve-se ainda prestar atenção à limpeza de tesouras, corta-unhas, alicates de unhas e limas devendo ser desinfectadas com álcool. Se for álcool canforado, melhor ainda! E se puderem ter o vosso próprio material de unhas à parte, melhor ainda!

Apostem em produtos que ajudam a prevenir as micoses de unha. 

Também há produtos que ajudam prevenir as micoses de unha, sendo particularmente úteis em casos que o risco de contágio seja difícil de evitar, como na dica acima ou nos casos da primeira e quinta dicas. Recomendo que não é preciso abusar destes produtos, pois defendo que também devemos estimular as defesas naturais do nosso corpo a combater o inimigos! Mas estes produtos preventivos são de grande ajuda quando, por qualquer motivo, as defesas do corpo estão em baixo, ou tal como acabei de referir, quando o contágio se torna difícil de evitar.

Excilor Spray Protector 3 em 1


O Spray Protector 3 em 1 da Excilor protege os pés de 3 grandes inimigos: verrugas plantares, pé de atleta e... fungos das unhas!
Garante protecção activa durante 8 horas, pode ser utilizado com segurança em crianças a partir dos 2 anos, seca instantaneamente e cria uma barreira invisível como uma "meia invisível protectora" .
À venda nas Farmácias, Parafarmácias, Well's e outros espaços Bem-Estar com um preço que ronda os 11€ variando conforme o espaço de venda.

D' Aveia PTM Emulsão de Limpeza 200ml



D' Aveia PTM Emulsão de Limpeza é um produto que tanto dá para a prevenção como para a cura dos fungos das unhas, podendo também ser utilizado noutros casos de micoses, dermatites e outras patologias de pele.
Combinando as propriedades antissépticas do ácido benzoico, às antifúngicas do ácido undecilénico, às antioxidantes do óleo de Folha de Oliveira e às calmantes do extracto de Aveia, este produto garante o combate às onicomicoses garantindo o equilíbrio da pele e ainda estimulando naturalmente as suas defesas naturais.
Poderá comprá-lo aqui por apenas 19,06€ na loja Skin.

Peditratos Pó Desodorizante 100grs


Eu disse que vos ia dar duas dicas de um pó específico para a higiene dos pés e cá está ela. Como já sabem, os fungos têm dificuldade em desenvolver-se em ambientes limpos e secos. O Pó Deosodrizante Peditratos garante que os pés se mantenham secos e ainda livres de maus odores e aplicado nas meias, ténis ou noutro tipo de calçado fechado e mesmo directamente nos pés, é um forte aliado contra as onicomicoses. À venda nas lojas do comércio tradicional e na loja ou no site da sua empresa representante, a Jalber.

Canesten Pó da Bayer

E esta é a segunda dica, que também dá tanto para a prevenção como para a cura.
Canesten Pó da Bayer pode ser aplicado directamente na pele, combatendo diversos tipos de infecções fúngicas, incluindo as de unhas. Também é útil para prevenir reinfecções ou evitá-las em situações propícias de contágio. Também pode ser aplicado nas meias e no calçado.
À venda nas Farmácias por cerca de 6€.


 Espero que sintam mais esclarecidos com este post e toca a prevenir que a temporada do calçado aberto está quase aí e queremos ter os nossos pés e unhas lindos para exibir no calçado aberto!
No entanto, se desconfiam que já têm uma micose de unha, não desanimem! No próximo post vou revelar-vos como se poderão livrar deste desconforto que se infiltra quase sem darmos conta!

Até ao próximo post queridos leitores!

Imagem 1: Creative Commons
Imagem 2: Página da loja Well's/Continente
Imagem 3: Loja Skin
Imagem 4: site da Jalber
Imagem 5: site da Bayer antifúngicos




Sobre o Recanto d' Alandra- a razão de existir deste blog...

28
Mar17

SAM_0023.JPG

 

A autora assina sobre o pseudónimo Alandra, uma homenagem à sua terra natal, Faro e à princesa moura que está associada à lenda da tomada da cidade pelos cristãos, como forma de manter sempre a sua identidade notória, onde quer que esteja. A princesa moura também é símbolo de beleza, tema deste blog, representando a forma como esta é abordada no mesmo: através de um ponto de vista alternativo e assumindo várias formas, raças e tamanhos e idades, sem esterótipos.

Porque a autora acredita que, cada um de nós tem um potencial de beleza dentro de si próprio, que pode ser desenvolvido e isso passa para o nosso exterior.

A autora pretende também aliar a beleza sob um ponto de vista esotérico, que é a sua área de trabalho sendo taróloga há já 14 anos.

Percebendo que muitos apaixonados/curiosos/interessados gostavam e não encontravam conteúdo suficiente sobre Beleza, Saúde e Bem-Estar e a influência da Astrologia nos mesmos e sobre como as Ciências Ocultas podem ser uma ajuda ao serviço da Estética, a autora decidiu juntar os conhecimentos da sua área, com outras que também a apaixonam e pela qual também é interessada: a Estética e o Bem-Estar

Através dos seus conhecimentos na área do Esoterismo, que a autora já tinha e que procura sempre renovar (só se melhora se evoluirmos!) aliados a extensa pesquisa, algumas experiências pessoais e a constante procura de novidades em cosméticos, maquilhagem e produtos de bem-estar, a autora criou assim o Recanto d' Alandra.

À medida que o Recanto tem crescido, também com ele, a necessidade de dar resposta a algumas questões, dúvidas e mitos que surgem à volta do trabalho de um Tarólogo, do Tarot, da Cartomancia e de outras Ciências Ocultas, bem como a necessidade de orientar quem se interessa por estas áreas, a distinguir "o trigo do joio", ou os que trabalham no Esoterismo com Amor Carinho e Dedicação, daqueles que se aproveitam da boa-fé de quem os procura.

O Recanto d' Alandra tem ainda um espaço numa outra plataforma, o Alandra Beauty, que pretende ser um complemento ao Recanto d' Alandra, a pensar nos leitores que sentem mais familiaridade com a plataforma do Blogger, com diferentes conteúdos, mas dentro dos mesmos temas aqui tratados.

E são estas as missões deste blog: mostrar caminhos alternativos para atingir um fim que todos queremos, sentirmo-nos bem na nossa pele e mostrar que as Ciências Ocultas não são nenhum "bicho de sete cabeças" e que há quem trabalhe nesta área com empenho e Verdade, como uma ajuda ( e não solução absoluta!) para os desafios do dia-a-dia.

Porque matéria e não-matéria são duas partes do mesmo Todo!