Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Recanto d' Alandra

O lado mais esotérico do Bem-Estar!

Recanto d' Alandra

O lado mais esotérico do Bem-Estar!

Especial COVID-19: 5 aliados para reforço da imunidade que não fazem milagres, mas que podem ajudar!

27
Mar20
 
 
 
412th Test Wing announces first COVID-19 case > Wright-Patterson ...

Imagem: Wright Patterson

Olá queridos leitores! É mais que sabido que vivemos tempos críticos.

Para melhor os enfrentar, é importante seguir as recomendações: ficar em casa saindo apenas para o estritamente necessário (comprar comida, medicamentos...), lavar as mãos regularmente (durante 20 segundos) ou desinfectar com álcool ou solução alcoólica apropriada, especialmente após sair, o mesmo com objectos, desinfectar com álcool ou lixívia, especialmente após o contacto com o exterior.

Há ainda, algumas medidas adicionais que podem ajudar o nosso organismo a lidar com esta nova ameaça e, no caso de algumas pessoas que já estejam infectadas, ajudar o seu organismo a combater a doença.

Quero, antes de mais, salientar que estas dicas que aqui serão abordadas, não são curas ou formas de prevenção milagrosas, nem garantias absolutas de que está a salvo de contrair o Covid-19. São apenas isso, ajudas que, aliadas às medidas de higiene e segurança recomendadas, aumentam as defesas do organismo na prevenção do contágio, ou caso já esteja infectado, aumentam as hipóteses e a velocidade de recuperação.

1- Probióticos

 
 
 
WildWood Probiotic Soyogurt | Flickr - Photo Sharing!

Imagem: Flickr

Os probióticos são sem dúvida, um alimento a priveligiar nesta fase, dado que 70% do nosso sistema imunitário se encontra no intestino.

-Mas o que é isso dos probióticos Alandra?

São alimentos que contém bactérias boas (é preciso não esquecer que também existem microorganismos do bem e que são esses que nos podem ajudar!), bactérias essas que, em condições saudáveis, se encontram em maioria no nosso intestino e que são extremamente importantes, não só no reforço do sistema imunitário em geral, como na correcta extracção dos nutrientes e na eliminação dos resíduos desnecessários e prejudiciais ao nosso corpo.

-E onde é que estão essas bactérias boas Alandra?

Muito simples. Encontram-se nos iogurtes, provavelmente o probiótico mais popular, mas também se encontram no kéfir (que pode ser de leite ou de água), no chucrute (que é repolho fermentado), no kombucha (uma bebida fermentada a partir da planta do chá verde), nos pickles e alguns queijos como o parmesão, o queijo da Ilha e o queijo azul.

Se sentirem necessidade (seja por uso recente de antibiótico, ou por terem tendência a diarreias ou prisão de ventre), poderão também optar por suplementos probióticos, sendo que neste tipo de aquisições poderão fazê-lo online, respeitando deste modo, as medidas de segurança que são pedidas. A loja Skin, por exemplo, cumpre com as normas de segurança exigidas como poderão comprovar nesta nota , de modo a proteger todos os seus colaboradores e clientes.

Volto a relembrar para que reservem as saídas para a obtenção de bens essenciais como alimentos e medicamentos. Alguns adicionais como neste caso, suplementos ou algo que seja fora do "básico", procurem-no fazer on-line.

Um intestino reforçado significa um sistema imunitário mais eficaz e um corpo mais protegido!

2- Vitamina C

 
 
 
Citrus Fruits Slice · Free Stock Photo

Imagem: Pexels

A boa e velha vitamina C!

Em criança, concerteza os vossos pais e/ou avós, devem ter falado na importância de comer laranja no Inverno, ou talvez vos tenham dado sob a forma de pastilhas efeverescentes suplementos de vitamina C.

Esta vitamina tem um papel fundamental na função imunitária, porque contribui para o aumento dos glóbulos brancos e da produção de anticorpos. Alguns estudos científicos mostram que, a suplementação com vitamina C, auxilia na redução da agressividade e duração dos sintomas de gripes e constipações.

Não sendo portanto, uma solução milagrosa, pode ser uma importante arma no combate a este vírus!

Onde obtê-la?

Nas já conhecidas e populares laranjas, tangerinas e clementinas, assim como no poderoso limão e em todos os frutos cítricos, assim como no kiwi, nos bróculos, nas batatas, nos morangos, nos pimentos, nos agriões e na papaia.

Dica: estes alimentos fornecem também uma boa dose de fibra, que auxilia no bom funcionamento do trânsito intestinal e que serve de alimento às bactérias boas referidas no ponto anterior, tendo por isso uma acção conjunta.

Poderá também optar, para um maior reforço, por suplementação como por exemplo, o suplemento de vitamina C da marca Solgar, à venda no site online do Celeiro.

3- Vitamina D

 
 
 
The Sun On A Blue Sky | Free Stock Photo | LibreShot

Imagem: LibreShot

A vitamina D é a única vitamina produzida pelo nosso corpo, na verdade, pelas inúmeras funções que exerce no funcionamento dos diversos órgãos e sistemas e mesmo a nível de genes, é considerada por diversos especialistas como uma hormona.

A sua deficiência é considerada actualmente uma verdadeira epidemia e talvez por isso, existam tantas pessoas doentes nos dias de hoje... e a chegada de novas doenças e a facilidade com que se propagam no organismo humano...

Esta vitamina, ou hormona, é produzida naturalmente pelo nosso corpo, simplesmente apanhando Sol, sendo ele, o nosso Astro-Rei, a sua maior fonte.

-Mas Alandra, para cumprir as medidas de segurança não posso pôr me aí a passear, logo não posso apanhar Sol!

Sim, tem que ter cuidado claro, mas isso não o impede de fazer o que se chama "o passeio higiénico", com os devidos cuidados, evitando o mais possível estar fisicamente perto de outras pessoas e, respeitando a distância de segurança de cerca de 2 metros.

Tente não se afastar demasiado de casa, permitindo que a sua exposição solar ocorra pelo menos, cerca de 10 a 15 minutos (tempo mínimo necessário para a produção de vitamina D pelo corpo), deixando que a luz do Sol toque na sua pele (rosto e braços por exemplo, arregaçando as mangas da roupa).

Se tiver o privilégio de ter uma casa com jardim ou terraço particular, aproveite esse benefício, também poderá fazê-lo a partir da janela da sua casa. Se treina ao ar livre (não havendo mais que 2 pessoas no mesmo lugar e mantendo a distância de segurança), acrescente esse benefício extra aos benefícios do exercício!

Lembre-se de se higienizar correctamente ao chegar a casa depois de cumprir o seu passeio higiénico!

Sendo o Sol a nossa maior fonte, mas sendo nesta altura a sua exposição um recurso mais limitado, quer pelas restrições impostas, quer também pela época de Inverno que atravessamos, fontes adicionais desta vitamina são um recurso importante.

As melhores fontes alimentares são: peixes como sardinha, corvina, enguia, solha, salmão e atum, a gema do ovo e, o velhinho conhecido óleo de fígado de bacalhau!

Felizmente, hoje em dia já existem formulações mais agradáveis deste suplemento para crianças e adultos .

Em especial neste caso, a suplementação poderá ser especialmente útil.

4- Vitamina A

Royalty-free daucus carota photos free download | Pxfuel

Imagem: Pxfuel

A vitamina A ajuda a fortalecer as membranas mucosas da garganta e do nariz e é muito importante no correcto funcionamento do timo (glândula muito importante ligada ao sistema imunitário). Existem duas versões desta vitamina: Retinol e Betacaroteno. A primeira é a vitamina A obtida na sua forma mais directa, a partir do leite e dos seus derivados, de fígado (iscas) e gema de ovo.

A segunda forma é o Betacaroteno, que provavelmente já devem ter ouvido falar, pois é muito popular em especial na altura do Verão, porque é o nutriente que facilita o bronzeado da pele.

Neste caso, o Betacaroteno é transformado pelo nosso organismo em Vitamina A e, ao contrário da versão pura do Retinol, que em altas dosagens pode tornar-se tóxica, a versão em Betacaroteno quando chega "ao limite de dosagem", fica  acumulada no organismo, neste caso na pele sem qualquer perigo de toxicidade. O único inconveniente é que a pele fica com uma cor amarelada ou alaranjada, uma condição chamada Carotenemia e que se resolve reduzindo o consumo das fontes deste nutriente.

E quais são as fontes alimentares?

Já conhecerá certamente a cenoura, mas também a abóbora, a batata doce, a manga, a papaia e a beterraba e também os vegetais de folha verde escura como o espinafre, a nabiça e os bróculos. 

Dica: Varie as fontes de vitamina A, entre a versão Retinol e a Betacaroteno, deste modo consegue uma quantidade suficiente deste nutriente e ainda estará acrescentar outros já aqui referidos que, actuam em conjunto para um reforço eficaz das defesas, que é o que se pretende.

5- Vitaminas do complexo B

Vitaminas do complexo B são importantes para o metabolismo, sistema nervoso e para o tema que aqui abordamos: o sistema imunitário, não só pela acção directa sobre este, mas também pelo correcto aproveitamento dos nutrientes e portanto, age em conjunto com os restantes. De forma resumida:

Vitamina B1: Fígado, cereais integrais, sementes de girassol e flocos de aveia;

Vitamina B2: Leite e derivados, cereais integrais, fígado e miúdezas, vegetais de folha verde escura e ovos;

Vitamina B3: Peixe, fígado, carne de aves, ovos, amendoim, leite;

Vitamina B5: Fígado, ovos, salmão, farelo de trigo, queijo, fermento;

Vitamina B6: Carne de porco, cereais integrais, gema de ovo, aveia;

Vitamina B7: Fígado, cogumelos, gema de ovo, amendoim, carne, leite, banana, toranja e morangos;

Vitamina B9 (Ácido fólico): Vegetais de folha verde escura, fígado, carne vermelha, trigo integral, ovos, espargos, lentilhas e couve;

Vitamina B12: Fígado, leite e derivados, carne e ovos;

No caso dos que seguem uma alimentação vegana será importante optar por suplementação uma vez que as fontes naturais desta vitamina só se encontram em produtos de origem animal.

Dica: Aproveite a água de cozedura dos vegetais ou mesmo da carne ou peixe para fazer sopa, ou para cozer massa ou arroz, acrescentando desta forma sabor e aproveitando todos os nutrientes.

Estes são os aliados nutricionais que assumem especial importância nas defesas do corpo. Aqui têm as opções mais naturais, não esquecendo que a suplementação é apenas e só uma opção, sendo útil em especial no caso da vitamina D, pelas razões atrás referidas, a vitamina B12 no caso de quem segue uma alimentação vegana e, todas as restantes para todos aqueles que estejam, ou se sintam mais debilitados e necessitem de um reforço.

Sabemos que a altura é de contenção a nível económico e quero aqui reforçar que uma boa suplementação não se compara em nada, a uma boa alimentação, que deverá ser sempre a base.

E lembrem-se: não precisam de açambarcar, há que chegue para todos se cada um fizer a sua parte, pois todos os dias, nesta altura díficil, existem pessoas a trabalhar para que não hajam faltas. 

Até ao próximo post queridos leitores e protejam-se a vocês e aos vossos!