Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Recanto d' Alandra

O lado mais esotérico do Bem-Estar!

Recanto d' Alandra

O lado mais esotérico do Bem-Estar!

Especial COVID-19. 7 dicas para manter a sanidade mental durante o período de quarentena

17
Mar20
 
 
 
Image result for covid 19

Imagem: Pixabay

Olá estimados leitores!

Não é novidade para ninguém que vivemos tempos difíceis. O COVID-19 tem condicionado as vidas de todos e de forma directa. 

Para além do impacto físico e económico, há um factor não menos importante a ter em conta: o psicológico.

Para amenizar este aspecto e tornar este período assustador, o mais suave na medida do possível aqui vão 7 dicas para tentar manter a sanidade mental:

1- Ficar em casa não é assim tão mau

Image result for family at home

Imagem: PxHere

Esta é uma das medidas principais para conter esta pandemia, ficar em casa e apenas sair para fazer o estritamente necessário (comprar bens essenciais e ir à farmácia). Embora para muitos pareça aborrecido, isto não é assim tão mau. Hoje em dia a maioria das casas tem televisão por cabo, com diversos canais de entretenimento e Internet, portanto mesmo estando em casa, não está isolado do mundo! Muitos ainda se lembrarão do tempo em que só havia 2 canais de televisão e que computador só nas entidades bancárias e as pessoas sabiam entreter-se mesmo estando em casa. Portanto, nos dias de hoje ficar em casa, com os recursos que temos disponíveis está longe de ser aborrecido! Se adora as redes sociais, este é um momento para as utilizar com frequência, para ter notícias dos seus familiares e amigos que não podem estar perto de si! Ou porque não aproveita e lê um bom livro?

2- Não acredite nem espalhe fontes de informação não credível

Ainda que use as redes sociais para se manter em contacto com os seus e com o mundo, não as use de uma forma irresponsável, querendo isto dizer que não reencaminhe vídeos, ficheiros áudio, ou escritos não conhecendo a sua fonte. Hoje em dia à inumeras formas de fazer montagens e fazer a mentira parecer verdade. E isto pode fazer criar o pânico e a ansiedade em si próprio e nos outros, para além de criar comportamentos errados.

Mantenha-se informado e reencaminhe a informação certa, que venha dos blocos notíciosos dos canais generalistas ou informativos, de jornais on-line credíveis ou de sites ligados às autoridades governamentais e de saúde.

Quando receber algum ficheiro duvidoso, pode reencaminhar para a SIC Notícias que na rubrica SIC Polígrafo, ajuda a distinguir a informação falsa, da verdadeira que circula pela Internet.

3- Mantenha se informado, mas não se bombardeie

Na situação que atravessamos, é importante mantermo-nos informados com informação credível, no entanto, se se sente demasiado ansioso veja as notícias sim mas uma a duas vezes por dia no máximo, não estando constantemente a ver os blocos notíciosos e de forma permanente. Veja as suas séries favoritas, oiça música, ligue aos seus amigos e familiares, há muitas formas de se distrair mesmo estando em casa!

4- Se estiver ansioso, fale com os seus familiares e amigos

Image result for phone call

Imagem: Pixabay

Vivemos tempos de ansiedade, uma pandemia que tem condicionado actos tão simples e quotidianos como o simples cumprimentar. Os receios em relação à vida financeira, os comportamentos a adoptar em relação à nossa forma de ser e que podemos achar estranho, como o não podermos tocar nas pessoas, em especial se somos demasiado afectuosos, o stress que se têm vivido nos supermercados (em especial na semana passada) e a desconfiança das pessoas em si por causa do receio da infecção pela doença, tudo isso nos faz questionar a nossa moral e nossa forma de estar e sentir. Se começar a sentir um turbilhão de emoções na sua mente e nas suas emoções, fale com as pessoas com as quais sabe que pode contar. Partilhe os seus medos, o que sente, suas angústias e as suas ânsias. Oiça também o que eles têm para dizer e de que forma estão a viver esta situação. Irá sentir-se mais leve!

5- Informe-se sobre o que está a ser feito em prol da cura e soluções para os problemas

Ainda em relação às notícias, investigue e tente estar informado sobre o que está a ser feito em prol da cura e as medidas que estão a ser tomadas para amenizar o impacto económico. Tente informar-se sobre o que está a ser feito para arranjar soluções e não apenas sobre os problemas.

6- Aproveite para abrandar o ritmo

Sem horários de trabalho a cumprir, ou ainda em alguns casos, com a carga de trabalho reduzida e escolas fechadas, aproveite para recuperar horas de sono e não andar tanto a correr. O stress é causa conhecida de inúmeras doenças e em tempo de pandemia, tendo oportunidade de abrandar o ritmo: não facilite!

7- Valorize a sua família

IImage result for stay at home

Imagem: 128th Air Refuelling Wing/Staff Sgt Jeremy M Wilsson

Por último e não menos importante, valorize os que estão consigo em casa: o/a seu/sua companheiro/a, os seus filhos, os seus pais, irmãos... Aproveite este tempo em casa para passar mais tempo em família e sinta como é bom estarmos rodeados daqueles que amamos e que nos amam! E não se esqueça que os animais de estimação também são família e não constituem perigo! Simplesmente, quando levar o seu animal à rua, ao chegar a casa passe o seu animal com solução desinfectante, tal como faz consigo quando chega da rua! Não abandone os seus animais! 

 

Este foi o primeiro post desta série especial dedicada à pandemia do COVID-19. E como neste espaço abordamos o bem-estar não só físico mas também mental e emocional, não poderia deixar de abordar este tema que nos afecta das mais variadas formas. Um tema que diz respeito a todos nós!