Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Recanto d' Alandra

O lado mais esotérico do Bem-Estar!

Recanto d' Alandra

O lado mais esotérico do Bem-Estar!

Respostas a perguntas que me são habitualmente feitas sobre o Tarot e as Consultas

27
Jan17

PB190032.JPG

 Olá queridos leitores! Muitas vezes quando marcam consultas comigo, alguns dos consultantes têm muitas vezes dúvidas sobre como as consultas se processam e como funciona uma leitura de Tarot. A pensar nas vossas dúvidas, preparei este post onde poderão ver respondidas algumas questões que me são colocadas com frequência.

 

O Tarot funciona tão bem numa consulta à distância como numa consulta presencial?

Sim. Porque seja numa consulta presencial, seja por telefone, ou por Skype, através da conversação com a pessoa que está a ser consultada, é possível chegar até à energia da pessoa e poder assim fazer uma consulta eficaz. Também é solicitada a data de nascimento, que permite estar em conexão com a pessoa que está a ser consultada sendo particularmente útil nas consultas através de e-mail, onde não há conversação directa como no Skype ou por telefone. O Tarot apesar de ter técnicas próprias, é, acima de tudo, uma ferramenta que trabalha com a intuição e com as capacidades extra-sensoriais que todos nós temos, uns mais desenvolvidos que outros.

Uma vez fui a um tarólogo que me disse que não faz consultas à distância, só consultas presenciais. Se o Tarot resulta à distância tão bem como pessoalmente, porque nem todos fazem consultas à distância?

Cada tarólogo tem o seu próprio método e forma de trabalhar. Pois mais importante que as técnicas e formas em si, há que respeitar a intuição de cada um. Pode acontecer que alguns tarólogos não sintam a sua intuição tão aguçada quando fazem uma consulta à distância, sintonizando-se melhor com a energia do seu consultante quando este está fisicamente presente. Respeitando a sua própria intuição pessoal, cada tarólogo tem uma forma de trabalhar diferente e isto pode reflectir-se nos lances (forma de lançar as cartas) que utiliza, na existência ou não de consultas à distância, no baralho de cartas que utiliza, entre outros.

Então o Tarot funciona só à base da intuição?

Maioritariamente sim. Mas isso não significa que o Tarot não tenha regras de base, assim como cada arcano (carta) tem significados próprios. O tarólogo depois de ser iniciado nas técnicas e familiarizar-se com a utilização do Tarot, treinando as suas capacidades intuitivas, poderá criar os seus próprios lances, escolher um ou vários baralhos para trabalhar, criando o seu próprio método de consulta, mas obdecendo aos significados gerais de cada carta.

 Podem ser feitos rituais (trabalhos) para resolver problemas e melhorar a minha vida?

Sim. Os rituais são uma ajuda, para quem tenha fé neles, para ajudar a afastar energias menos boas que não deixam que a nossa vida evolua, ou atraia situações menos boas. Servem para elevar a nossa própria energia estando em equílibrio com a Natureza e o Universo. Os rituais são indicados por mim, mas realizados pelo próprio consultante, destinando-se à ajuda deste e/ou dos seus familiares, sem interferirem de forma negativa e sem prejuízo de ninguém. O Universo devolve em dobro aquilo que lhe damos!

Tenho receio do que o Tarot me possa dizer e que isso mude as minhas decisões...

O Tarot não comanda a vida de ninguém, nem existe para decidir a vida de ninguém. O Tarot serve para nos ajudar a escolher o melhor caminho e para nos alertar para as situações menos boas que possam acontecer. Mas a última decisão e poder de acção é sempre da pessoa que consulta as cartas. Além disso, não desanime se o que foi falado na consulta hoje não foi o que gostaria de ouvir, ao estar alertado/a poderá preparar-se e mudar o rumo das coisas e verá que na próxima consulta as previsões serão mais postitvas! Além disso, tanto o Tarot, como outros oráculos (Astrologia, Runas, Cristalomancia,etc...) não determinam, apenas sinalizam os acontecimentos!

Na última consulta que tive disseram-me coisas diferentes das que foram ditas agora. Porquê?

Tendo em conta as acções que foram tomadas desde a última consulta e o rumo dos acontecimentos a partir daí, é natural que o cenário geral da vida do consultante tenha sofrido alterações. Tal como foi explicado anteriormente, o nosso livre arbítrio, a nossa capacidade de decisão e acção são o ponto chave para mudar o rumo da nossa vida! Isto é a prova de que o Tarot apenas alerta e aconselha, não determina nem manda na forma como devemos viver a nossa vida!

Ouvi dizer que devo esperar um tempo para fazer a mesma pergunta ao Tarot. É verdade? Quanto tempo tenho de esperar?

Para fazer a mesma pergunta sobre determinado assunto ao Tarot é preciso esperar cerca de 22 dias (que corresponde ao número de arcanos/cartas maiores do Tarot).

Uma vez fizeram-me uma consulta com cartas de jogo. Qual é diferença entre as cartas de jogo e as cartas com O Sol, A Lua...?

A Cartomancia usa cartas de jogo comuns como oráculo, no entanto, no Tarot, também podem ser usadas cartas muito semelhantes às de jogo, pois neste também constam os naipes (Copas, Ouros, Paus e Espadas) e as figuras (Rei, Dama/Rainha, Valete e neste caso tem uma figura a mais o Cavaleiro), permitindo uma leitura mais pormenorizada. Os dois métodos podem ser inclusive combinados, dependendo, claro, da forma de quem trabalha com o/os oráculo/oráculos.

 

Espero que este post vos ajude esclarecer as vossas dúvidas! À medida que mais questões forem surgindo postarei uma nova rubrica com mais questões respondidas! Até ao próximo post!